VERSO
Amarildo Anzolin


Prece*

a árvore não liga
para a vida que passa
o pássaro não lida mais
só avoa
o sol — labareda que esbraveja —
não trabalha
a pedra dá ao mar
a outra face
e eu ainda aqui
preocupado com tudo

 

*Poema reproduzido do site http://sibila.com.br/

amarildo

Nascido em Curitiba (PR), mas estabelecido atualmente em São Paulo, Amarildo Anzolin é um poeta instigante e multimidiático. Sua poesia tem um procedimento experimental e, para obtê-la, ele usa e abusa de veículos disponíveis como o computador, o vídeo e instrumentos musicais, gerando uma confluência de linguagens. Já publicou os trabalhos de poesia "Evite permanecer nesta área" (livro, 2012), "Cânone" (DVD, 2007), "Eu também" (livro-CD, 2003), "Única - coisa" (livro-CD-vídeo, 2000), "Igual" (livro, 1998) e "Co-lapso" (livro, 1995)

 

 

 


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: https://tyrannusmelancholicus.com.br/