VERSO
María Ángeles Pérez López


Tremor dos andaimes interiores*


Desarrolhada a luz
como uma flor de ventre aquecido,
onde o sopro de ar ao final
de si mesmo, abotoado em si mesmo
por cada hora?

Calcinação e o pranto lento do desastre.

Oh primor das formas, e o reverso
é uma ambígua ferida…!

 

*Poema reproduzido do site https://revistaacrobata.com.br/ , com tradução de Floriano Martins


 

maria angeles

María Ángeles Pérez López nasceu em Valladolid (Espanha). Ganhadora de várias premiações, é poeta e professora da Universidade de Salamanca. Já publicou inúmeros livros e está presente em diversas antologias. Seus versos estão em obras editadas em países como Venezuela, México, Equador, EUA, Colômbia, Peru, Itália e Portugal. Ela é membro correspondente da Academia Norte-Americana de Língua Espanhola

 


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: https://tyrannusmelancholicus.com.br/