VERSO
José Villa


Mallarmeana*

 

Coloca a cebola na frigideira
mais do que segura de que é inverno
demasiado temerosa do odor que se leva seu cabelo
da consagração que humildemente
a perfuma. Sabe e não sabe
que cozinha
que os círculos brancos da cebola
logo estarão dourados.

 

*Poema reproduzido do site http://www.antoniomiranda.com.br/ , tradução de Antonio Miranda

mario varela

josé villa

Nascido em 1966 na província de Buenos Aires, José Villa é reconhecido como um dos principais poetas contemporâneos da Argentina, pertencente à chamada "Geração dos 90". Foi sócio da revista de poesia 18 Whiskies e da editora Ediciones del Diego. Já publicou livros como "Cornucopia" (1996), "8 poemas" (1998), "Poemas long" (2006) e "Camino de vacas" (2007), entre outros

 


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: https://tyrannusmelancholicus.com.br/