Antonio Sodré

abismumano

um abismo me separa
dos meus próprios semelhantes ...

mas se tento chegar mais perto deles
sinto estar mais longe
do que estava antes!

é que entro cada vez mais
para dentro de mim mesmo
numa viagem, que se afasta da chegada,
pois vou pra lugar nenhum
numa lenta caminhada ...

... que me diminui
não sou, pois nunca fui...

... apenas me desfaço
como uma estátua que rui! ...


Antonio Sodré, poeta de Mato Grosso (1959-2011)

Voltar  

Confira também nesta seção:
20.02.20 18h00 » Ângela Coradini
13.02.20 18h30 » Deborah Dornellas
06.02.20 18h30 » Thomas Kinsella
30.01.20 19h00 » Daniella Oliveira
20.10.19 12h00 » Amélia Biagioni
16.10.19 20h00 » Humberto Espíndola
13.10.19 12h00 » Irene Rezende
09.10.19 19h00 » Robert Walser
06.10.19 12h00 » Jean Narciso Bispo Moura
02.10.19 18h30 » Sérgio Lima
29.09.19 13h00 » Carlos Barbosa
25.09.19 20h30 » Fabrício Marques
22.09.19 11h00 » Tove Ditlevsen
18.09.19 20h30 » Gianni Sicardi
15.09.19 18h00 » José Eduardo Martins de Barros Melo
11.09.19 21h00 » Denise Freitas
08.09.19 19h30 » Milan Dekleva
05.09.19 12h00 » Mailson Viana
02.09.19 00h10 » Miltos Sachtouris
29.08.19 12h00 » Guilherme R. B. de Araujo

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet