POESIA

Miltos Sachtouris

Imagem ruim*

Os ovos quebraram-se
e crianças enfermas
viram a luz do mundo
como estrelas quebradas
pombas negras
afugentaram o sol
com panos ruins
com gritos estridentes
o mar ferveu
as suas aves arderam
os peixes deportados
choraram na montanha
e uma lua vermelha de raiva
gritou acorrentada
como um boi degolado

*Reproduzido de http://www.mallarmargens.com , tradução de  Luís Costa

Miltos Sachtouris (1919-2005), poeta da Grécia


Voltar  

Confira também nesta seção:
25.03.20 19h00 » Gilberto Nable
19.03.20 00h10 » Horacio Castillo
12.03.20 18h10 » Cinthia Kriemler
05.03.20 18h00 » Eunice Arruda
27.02.20 17h00 » Ashraf Fayadh
20.02.20 18h00 » Ângela Coradini
13.02.20 18h30 » Deborah Dornellas
06.02.20 18h30 » Thomas Kinsella
30.01.20 19h00 » Daniella Oliveira
20.10.19 12h00 » Amélia Biagioni
16.10.19 20h00 » Humberto Espíndola
13.10.19 12h00 » Irene Rezende
09.10.19 19h00 » Robert Walser
06.10.19 12h00 » Jean Narciso Bispo Moura
02.10.19 18h30 » Sérgio Lima
29.09.19 13h00 » Carlos Barbosa
25.09.19 20h30 » Fabrício Marques
22.09.19 11h00 » Tove Ditlevsen
18.09.19 20h30 » Gianni Sicardi
15.09.19 18h00 » José Eduardo Martins de Barros Melo

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet