DIVERSIDADE

"Alma Lírica Brasileira" reúne musicistas de 1ª



 
 
 

Myriam Vilas Boas

Teco Cardoso, Monica Salmaso e Nelson Ayres, um trio respeitável num belo trabalho: Alma Lírica Brasileira

Diversidade é uma palavra que serve para entender a música do Brasil. Ritmos e sons variados passeiam pelos nossos ouvidos. São produtos de uma musicalidade gerada por  artistas talentosos que levam a cultura brasileira para todos os cantos do planeta. “Alma Lírica Brasileira” é um CD lançado ano passado que traz um seleto e representativo repertório nacional, que contempla várias vertentes musicais. Deu à intérprete Mônica Salmaso o destaque de Melhor Cantora MPB na 23ª edição do Prêmio da Música Brasileira. A novidade é que em novembro será lançado o DVD desse trabalho.

O show que gerou o DVD continua rolando e privilegiou o público paulistano no último final de semana. Mônica se apresenta acompanhada pelo pianista Nelson Ayres e por Teco Cardoso, virtuose em instrumentos de sopro. O DVD que chega traz a direção de Walter Carvalho, diretor de “Raul – O Início, o Fim e o Meio”. Algo pra se ter guardado em casa.

Walter Carvalho, cineasta e fotógrafo experiente, dirige o DVD

A qualidade musical desse trio é praticamente inquestionável. Mônica é uma cantora paulistana que nasceu em 1971, ganhadora e indicada a muitos prêmios importantes. Goza de muito prestígio junto a crítica especializada e tem um público fidelíssimo. Os músicos com quem sela parcerias e os autores que figuram em seu eclético repertório são referências que qualificam o seu trabalho.

Seu parceiro em “Alma Lírica Brasileira”, Nelson Ayres, além de pianista é maestro, arranjador e compositor. Nos anos 90 fundou, foi regente e diretor artístico da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo. Atualmente integra o grupo Pau Brasil, o Trio 202 e lidera o Nelson Ayres Trio. Teco Cardoso já gravou com grandes artistas brasileiros como Hermeto Paschoal, Edu Lobo, João Donato e Dori Caymmi. É fundador da gravadora Núcleo Contemporâneo.

No ótimo estão composições variadas que premiam a diversidade da música nacional. Entre elas, “Melodia Sentimental”, de Villa-Lobos; “Lábios que Beijei”, de J. Cascata e Leonel Azevedo; “Samba Erudito”, de Paulo Vanzolini; “Derradeira Primavera”, de Tom Jobim e Vinícius de Morais; e “Meu Rádio e Meu Mulato”, de Herivelto Martins. Várias músicas já estão disponíveis on-line para a degustação do trabalho. O recado está dado. Agora é ficar de olho pra ver quando chega ao mercado.

Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet