MERCADO EDITORIAL

Os livros mais vendidos



miseráveis

 

No início do mês, a Citadel colocou no mercado o livro "Morte a Vossa Excelência", biografia dos juízes italianos Giovanni Falcone e Paolo Borsellino escrita pelo jornalista norte-americano Alexander Stille. O livro traz prefácio do ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, que fez questão de registrar a data em que o escreveu: 22 de abril de 2020, mesmo dia da última reunião ministerial de que participou.

Falcone foi um juiz que se tornou um símbolo da luta contra a máfia na Itália até ser morto (junto com a sua família), em 1992 pela máfia siciliana Cosa Nostra. Borsellino seria o sucessor natural de Falcone, mas também foi morto – da mesma forma trágica e pelo mesmo grupo – pouco tempo depois. Os assassinatos deram início à 'Operação Mãos Limpas', que, como se sabe, inspirou o juiz brasileiro na condução da Lava-Jato.

Nesta semana, o livro estreou na Lista dos Mais Vendidos, ocupando o primeiríssimo lugar de Não Ficção, com 914 unidades vendidas. Este número garantiu também a quinta posição do Ranking Geral, que segue liderado por "DNA da cocriação" (Gente), de Elainne Ourives, com 5.695. Desde o seu lançamento, há quatro semanas, as livrarias participantes da lista já venderam quase 35 mil cópias deste título, que já é o quinto livro mais vendido do ano. "Mais esperto que o diabo" (CDG), de Napoleon Hill, com 1.928, e "Decida vencer" (Gente), de Eduardo Volpato, com 1.625, completam o pódio da semana.

Além de "Morte a Vossa Excelência", a lista trouxe outras seis novidades. Três delas também em Não Ficção: "Quaresma de São Miguel" (Fons Sapiens), de Gilson Sobreiro, ocupando a sétima posição, com 403 exemplares vendidos; "O genocídio do negro brasileiro" (Perspectiva), de Abdias Nascimento, na 14ª, com 232, e "Lugar de fala" (Pólen), de Djamila Ribeiro, na 20ª, com 183. Importante destacar aqui que o livro de Abdias Nascimento marca a estreia da Perspectiva, editora criada por Jacó e Gita Guinsburg, na lista.

morte

 

Em Ficção, duas estreias duplas, canônicas e de peso. Pela primeira vez nos dez anos da história da lista, apareceu um livro de Victor Hugo. A edição da Martin Claret de "Os miseráveis" estreou ocupando a posição de número 16, com 171 cópias vendidas na semana. A outra novidade é "Romanceiro da Inconfidência" (Global), de Cecília Meireles. É a primeira vez que a autora aparece na lista semanal do PublishNews (já tinha pontuado na Nielsen PublishNews, que apura os autores nacionais mais vendidos, com o infantil "Ou isto ou aquilo", também editado pela Global). Foram 168 exemplares, garantindo a posição de número 17 da lista de Ficção.

Em Negócios, aparece a última novidade da semana: "O jeito Peter Lynch de investir" (Benvirá), dos investidores Peter Lynch e John Rothchild. O título ficou no 19º lugar da lista, com 240.

O Ranking Geral das Editoras é liderado pelo Grupo Companhia das Letras, que emplacou 12 títulos na semana. A prata ficou dividida entre o Citadel Grupo Editorial e a Rocco, que emplacaram nove títulos cada. A Sextante levou o bronze, com oito. (*reproduzido de https://www.publishnews.com.br/)

 

Confira os mais vendidos por categoria

RANKING GERAL
https://www.publishnews.com.br/ranking/semanal/0/2020/7/17/0/0

NÃO FICÇÃO
https://www.publishnews.com.br/ranking/semanal/13/2020/7/17/0/0

FICÇÃO
https://www.publishnews.com.br/ranking/semanal/9/2020/7/17/0/0

NEGÓCIOS
https://www.publishnews.com.br/ranking/semanal/8/2020/7/17/0/0


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet