ROMANCE DE ESTREIA

"Apátridas", livro sobre um pai e um país



apatridas

Arte da capa é criação de Milena Galli

"Apátridas" é o romance de estreia de um cuiabano, Alejandro Chacoff, que mudou-se para os Estados Unidos com dois anos de idade. Com boa cotação crítica, a obra foi lançada em março pela Companhia das Letras. Nela, o autor que já viveu em vários países, através do livro, retorna ao Estado onde nasceu, este Mato Grosso.

O chão que Chacoff percorreu, geograficamente - e em matéria de formação cultural, não é pouca coisa. Isso se reflete na construção de um respeitável currículo como crítico literário, e se confirma agora com seu romance inaugural. 

Depois de passar a infância na Filadélfia, o narrador de "Apátridas" retorna com sua mãe e irmã ao Centro-Oeste brasileiro. Numa pequena cidade do Mato Grosso, ele vai travar contato com sua família materna, principalmente seu avô, José, que fez fortuna como dono de cartório. A sombra do pai ausente, um homem de moral duvidosa, parece estar em tudo. À medida que acompanhamos as histórias do clã, somos enredados numa prosa que vai e vem no tempo, sem nunca perder a intensidade. Nesse primeiro romance, Alejandro Chacoff não idealiza; ao contrário, desdramatiza. Num Brasil violento e indiferente, cujo vazio das planícies é também o vazio histórico e de narrativas, ele busca os matizes da memória e constrói um romance inesquecível.

Avaliações sobre o livro

“Este é, sobretudo, um livro sobre um pai e um país. Ambos pouco confiáveis, ambos incapazes de cumprir suas promessas. O primeiro é o pai do narrador; o segundo, o Brasil do fim dos anos 1980 e início dos 90. […] Desse ‘vazio imenso’, Alejandro Chacoff extrai o ouro de seu livro de estreia. A condição de quem se vê jogado na periferia do mundo o comove; os sonhos e as

chacoff

Alejandro é crítico literário e ensaísta da Revista Piauí

frustrações de seus personagens são também os dele, o que é outro modo de dizer que não há uma linha escrita sem empatia.” A avaliação é de João Moreira Salles, banqueiro, empresário, documentarista, roteirista e produtor do cinema brasileiro.

Para Daniel Galera, respeitado escritor e tradutor, "Apátridas" também merece elogios: “A riqueza da imaginação é o solvente que nos permite elevar a memória pessoal a um panorama vívido, e poucos livros recentes demonstram isso como esse romance de estreia de Alejandro Chacoff. Ao mesmo tempo crônica familiar e testemunho das engrenagens profundas de um país colonizado e condenado ao atraso, no qual o dinheiro e a burocracia são a matéria-prima das relações afetivas e sociais, 'Apátridas' nos arrasta em seu encadeamento de detalhes nítidos e sugestivos.”

O autor

Alejandro Chacoff nasceu em Cuiabá, em 1983 e mudou-se para os Estados Unidos aos dois anos de idade. Viveu também no Chile, Inglaterra e Argentina, antes de voltar ao Brasil, para radicar-se no Rio de Janeiro, onde desde 2016 trabalha como crítico de literatura e ensaísta da Revista Piauí. É também colaborador de publicações como The New Yorker, n+1, The Guardian e The Atlantic. (*com informações de vários sites)

 

 


Voltar  

Agenda Cultural

  • Em Cartaz:
  • Live `Salve d Pantanal'
  • Dia: 24 de setembro
  • Local: redes sociais do Cine Teatro Cuiabá
  • Informações: no link
Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet