TEMPORADA QUARENTENA

Curtas de Danielle Bertolini pela internet



danielle

"Filhos da Lua na Terra do Sol" (Danielle Bertolini, 2016, 16 minutos)

Isolados em nossas casas, mas interessados na oferta cultural que não cessa, que nunca deverá cessar, ancorados na tecnologia. É nesse teor que prossegue a ação do Cine Teatro Cuiabá e do Cineclube Coxiponés, que prossegue a Temporada de Filmes, capitaneada por essas duas instituições culturais de MT.

A exibição de filmes mato-grossenses, nestes tempos de quarentena mundial, é o mote, substituindo a exibição presencial, cancelada, devido às medidas de contenção e prevenção relacionadas à disseminação do coronavirus (COVID-19).

As produções do audiovisual mato-grossense serão compartilhadas sempre a partir das 19h30 das terças-feiras, através de links específicos, de acordo com a disponibilidade tecnológica dos filmes em cartaz.

Abre a "Temporada Quarentena", nesta terça (24), dois filmes da realizadora audiovisual Danielle Bertolini: “Águas Encantadas do Pantanal” (Danielle Bertolini, 2001, 42') e “Filhos da Lua na Terra do Sol” (Danielle Bertolini, 2016, 16’). 

As duas produções serão compartilhadas a partir das 19h30 desta 3ª, até a próxima semana (na 3ª), quando outros filmes mato-grossenses serão disponibilizados. E, claro, reportados aqui no tyrannus. Para assistis às realizações de Bertolini acesse o link facebook.com/cineteatrocuiaba, a partir do dia e horário já mencionados.

Sobre os filmes

O documentário “Águas Encantadas do Pantanal” (Danielle Bertolini, 2001, 42') apresenta histórias do imaginário pantaneiro contadas por habitantes da região da Baía de Chacororé-MT. O projeto foi inspirado na tese de doutorado do Prof. Mario Cezar Silva Leite, defendida na PUC-SP.

“Filhos da Lua na Terra do Sol” (Danielle Bertolini, 2016, 16’) trata de forma poética a relação entre pessoas albinas e o sol de Cuiabá, considerada uma das cidades mais quentes do Brasil. O curta foi o vencedor da etapa Mato Grosso da Mostra Sesc de Cinema de 2017, o que garantiu ao filme circulação em todas as unidades do Sesc do Brasil que contam com espaços de difusão audiovisual. O curta também foi exibido em mais de 20 festivais e mostras no Brasil e exterior, além de ter sido licenciado para o canal CineBrasilTV e VOD.

Sobre Danielle Bertolini

Danielle Bertolini é natural de Aquidauana (MS), mas reside há vários anos em MT, onde é CEO da Cumbaru Produções Artísticas e diretora do TSM – Festival de Cinema Feminino Tudo Sobre Mulheres. Atua há mais de 20 anos no campo audiovisual como diretora, roteirista e produtora executiva. Além de “Águas encantadas do Pantanal” e de “Filhos da Lua na Terra do Sol”, é diretora e roteirista de outros documentários, como “Festa de Família” (2000), “Sobre a Violência” (2012), “Encontro de Parentes” (2013), “De Volta Pra Casa” (2015), “A luta continua” (2019) e “Mulheres Xavantes Coletoras de Sementes”, co-dirigido por Carolina Rewaptu, a ser lançado em 2020.(*com assessoria)

danielle

"Águas Encantadas do Pantanal" (Danielle Bertolini, 2001, 42 minutos)

SERVIÇO:

O QUE:: exibição online dos curtas “Filhos da Lua na Terra do Sol” e “Águas Encantadas do Pantanal”, de Danielle Bertolini
QUANDO: a partir desta terça-feira (24), às 19h30
ONDE: facebook.com/cineteatrocuiaba
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 14 anos

 

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet