CINEMA/ESTREIAS

Três novidades interessantes em cartaz



parasita

"Parasita",um daqueles filmes pra mexer com o espectador

São três estreias nesta semana. Todas com boa cotação nos sites especializados. "Parasita" (Coreia do Sul), entre as novidades, foi o melhor filme que assisti em 2019. Classifico como imperdível. As produções estadunidenses "Jojo Rabbit" e "Aves de rapina - Arlequina e sua emancipação fantabulosa" também chegaram e merecem a atenção dos cinéfilos de plantão.

E vamos abrindo a falação em torno das estreias com o filme que me provocou danos cerebrais, quando o assisti nos últimos dias de dezembro, no Rio de Janeiro. "Parasita" inicia com cara de comédia, mas depois o bicho vai pegando a gente. 

Narra a história de quatro membros de uma família pobre que têm a oportunidade de se infiltrar numa família de classe alta, através de maracutaias. O quarteto logo se vê fascinado com a vida burguesa e o roteiro vai emplacando reviravoltas incríveis que deixam o espectador com os cabelos arrepiados.

A classificação é para maiores de 16 anos, a direção é de Bong Joon-ho e estão no elenco, entre outros, Kang-Ho Song, Woo-sik Choi, Park So-Dam. 

"Parasita" faturou inúmeros prêmios em 2019, entre eles, a Palma de Ouro, a premiação mais importante de Cannes. A média da cotação do filme foi de 4,7 estrelas (entre 5), segundo a nossa pesquisa nos sites de cinema.

jojo

"Jojo Rabbit", divertida sátira sobre a II guerra mundial

"Jojo Rabbit" (EUA) teve cotação média de 4,2 estrelas. A classificação indicativa é para maiores de 14 anos e o filme combina guerra, drama e comédia. 

A direção é do neo-zelandês Taika Waititi, que também é roteirista, produtor e ator. Ele está no elento deste filme, onde também despontam Roman Griffin Davis,  Scarlett Johansson e Thomasin McKenzie, entre outros. 

Ganhador e indicado para inúmeras premiações internacionais, "Jojo Rabbit" é uma sátira da segunda guerra mundial. Acompanha um garoto alemão solitário. A visão de mundo de Jojo vira de cabeça para baixo quando ele descobre que sua mãe solteira está escondendo uma jovem judia em seu sótão. Com a ajuda apenas de seu amigo imaginário idiota, Adolf Hitler, Jojo deve confrontar seu nacionalismo cego. 

"Aves de rapina - Arlequina e sua emancipação fantabulosa" (EUA) combina ação com aventura e, apesar de não ter a mesma performance das outras duas estreias, em relação aos prêmios e indicações, obteve boa receptividade da crítica, conquistando a média de 3,8 estrelas, segundo a crítica brasileira.

A classificação é para maiores de 16 anos. A direção é de Cathy Yan, à frente de um elenco onde estão, dentre outros, Margot Robbie, Mary Elizabeth Winstead, Jurnee Smollett-Bell e Ewan McGregor.

Na trama, Arlequina, Canário Negro, Caçadora, Cassandra Cain e a policial Renée Montoya se unem e formam um grupo inusitado de heroínas. Um perigoso criminoso começa a causar destruição em Gotham em busca de um diamante e as cinco mulheres vão se unir para defender a si mesmas e a cidade. (*com informações de vários sites)

aves rapina

"Aves de rapina - Arlequina e sua emancipação fantabulosa", filme com boa cotação


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet