CINEMA NEGRO

De quarta a sexta, na UFMT



gustavo louzada

mata cavalo

"Quilombo Mata Cavalo", documentário de Mato Grosso

Abre nesta quarta (16), às 18h30, a  IV Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso. O evento segue até a sexta (18), com a exibição de cerca de 30 filmes, produzidos em diferentes regiões brasileiras, e também um filme de Moçambique. 

A mostra acontece no auditório do Centro Cultural da UFMT. Nesta edição o evento tem como convidado especial Celso Luiz Prudente, professor doutor da UFMT, que se destaca na área da Antropologia. Sua experiência profissional se estende para temas como  o cinema e seus realizadores, a poesia e os temas afro-brasileiros, entre outros.

A Mostra, a cada ano, surge como uma ferramenta para debater e refletir sobre o protagonismo negro no audiovisual, além de ser uma resposta aos anseios de produtores afrodescendentes de MT, que buscam visibilidade à produção fílmica  negra regional e nacional.

Além da exibição dos filmes, o evento traz outras atrações, como a capoeira e a as participações do DJ Smile e Luísa Lamar.  Compõe também a programação o “Debate sobre Temporada”, no qual, participam os integrantes do Coletivo Negro Universitário da UFMT, Claudenilde Lopez e Douglas Castro, com mediação da cineasta Juliana Segóvia.

Toda a programação será gratuita. E para aqueles que participarem haverá um certificado, em parceria com a Procev-UFMT, com a carga horária de 10h. (*com assessoria)

ceia

"A Grande Ceia Quilombola" (MA), tem exibição na 5ª

 Confira a programação (no Auditório do Centro Cultural – UFMT)

16 DE OUTUBRO

18h30 horas – Cultural com Capoeira Quilombo Angola
19h – Abertura da 4ª Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso
19h10 MOSTRA COMPETITIVA.
"Embaraço" (SP, 2018). Direção de Mirtes Agda Santana – Documentário/ 25 minutos.
"Coração do Mar" (PE, 2018). Direção de Rafael Nascimento. Ficção/ 20 minutos.
"Clandestyna" (RJ, 2018). Direção de Duca Caldeira. Documentário/ 21 minutos.
"Impermeável Pavio Curto" (MG, 2018). Direção de Higor Gomes. Ficção/ 20 minutos.
"Negra Sim Negra Sou" (MG, 2018). Direção de Rodrigo Guimarães Silva.  Experimental / 7 minutos.
"Mãe Não Chora" (SP, 2019). Direção de Carol Rodrigues e Vaneza Oliveira. Ficção/ 20 minutos.
"O Fervo" (SP, 2018). Direção de Adriana Couto. Documentário/ 16 minutos.
"A Mulher Que Eu Era" (MG, 2019). Direção de Karen Suzane. Ficção/ 11 minutos.      

17 DE OUTUBRO

15 horas – MOSTRA COMPETITIVA.
"A Grande Ceia Quilombola" (MA, 2017). Direção de Ana Stella Cunha e Rodrigo Sena. Documentário/ 52 minutos.
"111+" (RJ, 2019). Direção de Ivaldo Correia. Experimental/ 12 minutos.
"A Viagem do Seu Arlindo" (ES, 2018). Direção de Sheila Altoé. Ficção/ 16 minutos.
"ABAYA | Resistência e Ancestralidade" (SP, 2018). Direção de Grazie Pacheco e Frederico Moreira. Documentário/ 3 minutos.
"A Câmera de João" (GO, 2016). Direção de Tothi Cardoso. Ficção/ 21 minutos.
"CoroAção" (RJ, 2019). Direção de Juciara Áwô e Luana Arah. Experimental/ 9 minutos.
"Lealdade" (MA, 2019). Direção de Millene Avelar e Ana Stella Cunha. Ficção/ 5 minutos.
"Quilombo Mata Cavalo" (MT, 2018). Direção de Jurandir Amaral. Documentário/ 16 minutos.

17h15 – Intervalo

19 horas – MOSTRA COMPETITIVA.
"Eu, Minha Mãe e Wallace" (RJ, 2018). Direção de Irmãos Carvalho. Ficção/ 22 minutos.
"Quando as Marias Falam" (MG, 2019). Direção de Chris Tigra. Documentário/ 35 minutos.
"Poesia Azeviche" (BA, 2018). Direção de Ailton Pinheiro. Documentário/ 20 minutos.
"Por Trás das Tintas" (RJ, 2019). Direção de Alek Lean. Experimental/ 2 minutos.
"Pele de Monstro" (MG, 2017). Direção de Barbara Maria. Documentário/ 20 minutos.
"Sample" (SP, 2018). Direção de Ana Julia Travia. Ficção/ 15 minutos.                                               
"Sob Múltiplos Olhares" (MT, 2019). Direção de Leandro Peska. Documentário/ 21 minutos.
"Tem Dendê" (RJ, 2016). Direção de Vinícius Vasconcelos e João Guilherme. Documentário/ 12 minutos.
"Looping" (MG, 2019). Direção de Maick Hannder. Experimental/ 12 minutos. 

wallace

"Eu, Minha Mãe e Wallace", ficção carioca programada

18 DE OUTUBRO

14h30 horas – MOSTRA DE EXIBIÇÃO.
"Temporada" (MG, 2018). Direção de André Novais Oliveira. Ficção/ 112 minutos.
16h22 – Debate sobre Temporada, com os integrantes do Coletivo Negro Universitário da UFMT Claudenilde Lopez e Douglas Castro. Mediação da cineasta Juliana Segóvia.

17h15 – Intervalo

19h – MOSTRA DE EXIBIÇÃO.
"Dialética do Amor" (Maputo/ Moçambique, 2012). Direção de Celso Luiz Prudente. Documentário/ 6 minutos.
"A Revolução das Abóboras" (SP, 2015). Direção de Celso Luiz Prudente. Documentário/ 8 minutos.
19h15 – Homenagem a Celso Luiz Prudente
"Questão de Justiça" (SP, 2017). Direção de Celso Luiz Prudente. Ficção/ 10 minutos.
20h – Premiação
20h20 – Encerramento da IV Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso.
20h30 – Cultural com DJ Smile e Luísa Lamar.

ricardo ferreira

prudente

Celso Luiz Prudente, convidado especial da IV Mostra

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet