VERSO
Ana Guillot


20*

Digo finalmente que eu também
já vi
meu corpo banalizado

digo que estive vendo-me
nos passos exíguos dos demais
e que minguei a alma
(como eles)
para evitar

E tão abaixo
tão inocente o riso
no entanto

 

*Poema reproduzido do site http://www.antoniomiranda.com.br/ , tradução de Antonio Miranda

ana guillot

Ana Guillot é uma voz expressiva da literatura argentina atual. Tem bravo currículo como educadora na área de letras, no segundo grau e superior. Destaca-se também pelo ativismo e articulações que resultam na ampliação da visibilidade da literatura. Ao longo da sua trajetória tem participado de encontros de poesia na Argentina e em outros países. Sua poesia já foi publicada e traduzida na Espanha , Venezuela , México , Áustria , Estados Unidos , Itália , Inglaterra, Itália, Portugal, Brasil e Alemanha, entre outros países


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: http://tyrannusmelancholicus.com.br/