VERSO
Hagar Peeters


A noite passada cruzei-me com meus pais*

 

A noite passada cruzei-me com os meus pais,
duas figuras pálidas inclinadas
uma para a outra na luz branca de uma lanterna.

A julgar pelo estado jovial de ambos eu ainda
não tinha nascido. Eram jovens e apaixonados.
Uma tristeza profunda abateu-se sobre mim
por saber o curso que as coisas tomariam.

Ela bramiu com risos sobre algo que ele murmurou.
Ele riu estrondosamente como ainda hoje faz.
Trocámos delicadas saudações
e depois seguimos por caminhos diversos.

“Aguardem um momento”, disse-lhes eu,
por certo voltaremos a encontrar-nos um dia.
De braço dado, eles viraram a esquina em silêncio.

 

*Repoduzido de http://universosdesfeitos-insonia.blogspot.com/ , tradução do blog, a partir de versão inglesa

hagar

Hagar Peeters é holandesa, autora de destaque na literatura contemporânea de seu país, ganhadora de vários prêmios. Estudou História Cultural e Artes Liberais na Universidade de Utrecht (Holanda). Começou como poetisa do rap e atualmente escreve em prosa e verso. Defende a tese de que a linguagem usada em um poema não deve ser difícil, ao contrário do conteúdo. Peeters é inspirada, com frequência, por histórias de injustiça e sofrimento, principalmente no universo feminino


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: http://tyrannusmelancholicus.com.br/