SELEÇÃO DE FRASES

Disse o poeta...



Há outros mundos, mas estão neste. Há outras vidas, mas estão em ti

 

A curva dos teus olhos faz o tour do meu coração

 

Muito antes é poeta aquele que inspira do que aquele que é inspirado

 

A esperança não faz pó

 

A Terra é azul como uma laranja

 

Outros mundos existem, mas é neste que a gente está

 

Um sonho sem estrelas é um sonho esquecido

 

Precisamos de poucas palavras para expressar o essencial; Precisamos de todas as palavras para torná-lo real

 

Uma mulher é mais bonita do que o mundo em que vivo

 

Suas risadas para a multidão de mulheres e suas lágrimas para aqueles que não as desejam

 

*Frases encontradas em vários sites. Éluard está entre 1291 poetas (sem nunca repetir) já publicados no tyrannus. Confira seus versos selecionados pelo site em...

http://www.tyrannusmelancholicus.com.br/poesia/2086/paul-eluard

paul eluard

Eugène Emile Paul Grindel (1895 - 1952), mais conhecido como Paul Éluard, é classificado como o mais lírico e também o mais descolado dos poetas surrealistas franceses. Destaca-se em sua trajetória os poemas que escreveu contra o nazismo, que circularam clandestinamente durante a Segunda Guerra Mundial. Participou no movimento dadaísta, foi um dos pilares do surrealismo, abrindo caminho para uma ação artística mais engajada, até filiar-se ao partido comunista francês. Tornou-se mundialmente conhecido como O Poeta da Liberdade


Voltar  

Confira também nesta seção:
18.01.21 16h57 » Morte em Pleno Verão e Lá é Sempre Verão*
18.01.21 16h57 » Frases de "A Divina Comédia"*
11.01.21 21h00 » Mas que Nojo é esse!
11.01.21 21h00 » "Quarto de Despejo..." (trecho)
04.01.21 22h00 » O primeiro livro de cada uma das minhas vidas*
04.01.21 22h00 » Para sempre em cima*
28.12.20 21h36 » O marido silencioso*
28.12.20 21h33 » Aguenta o rojão*
22.12.20 19h51 » No interior da tarde*
22.12.20 19h51 » Frases e pensamentos*
22.12.20 16h43 » No cerrado, correndo trecho
15.12.20 21h00 » "Uma presença incômoda"
15.12.20 21h00 » A busca do presente*
08.12.20 18h00 » A um jovem*
08.12.20 18h00 » A ovelha negra*
01.12.20 19h00 » Urubus*
01.12.20 19h00 » O corpo de Luzia e o corpo do texto*
27.11.20 19h00 » O voto e o veto
24.11.20 19h00 » Conversação e peixada*
24.11.20 19h00 » Sombra*

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet