CRÔNICA

Regina P(l)ena de artes e versos



regina 7

É madrugada/para grilos e estrelas./Amanheço mutante

Começo o texto de forma explicitamente confessional: não estou mais aguentando escrever sobre artistas que estão partindo neste fatídico 2020. Por incrível que pareça, após essa confissão, o que me vem à cabeça é o bordão do humorista Chico Anysio: "ele aguenta". 

Dureza e tristeza, palavras rimadas. E sigo com o humor arrefecido pela partida de Regina Pena (1952-2020), nesta quinta-feira (20). A sua passagem me remete a um fato ocorrido em 2006, quando eu era editor de cultura de um dos jornais impressos de Cuiabá. O jornalista Adilson Rosa - o Rosinha, na redação bradou: "Lorenzo, morreu o Mário Zan". Mário foi músico e compôs  a famosa "Chalana", música que todos nós já cantarolamos inúmeras vezes. "Você não vai escrever nada?", prosseguiu Rosinha. 

regina 6

Pós tormenta/gotas puxam pétalas/o jardim se aquece

Nada demorei pra responder ao amigo jornalista: "Meu caderno não é obituário". A redação veio abaixo numa manifestação coletiva e bem humorada. Sim, foi engraçado. Mas logo após proferir a frase, percebi que também tinha sido injusto e passei a conviver com essa situação na minha memória. 

regina 2

É verão/chove aos cântaros/reverberam poemas haicais

E o implacável destino deve ter arquitetado, no meu caso, para que eu viesse a me tornar um jornalista que vai se especializando em obituários. Primeiro, pela idade que avança e nos faz conviver cada vez mais com partidas. Segundo, devido a essa pandemia que, na falta de uma palavra melhor, está banalizando a morte. 

regina

Inquietações agitam traços / É a queimada do cerrado

O tyrannus, infelizmente, torna-se um local de registros de sucessivas mortes. Todo o meu respeito e solidariedade a todos que estão perdendo seus entes queridos. E também todo o meu carinho e afeto aos artistas que partiram e que sempre substanciaram a minha palavra e também, em ocasiões diversas, me impulsionaram a escrever sobre suas criações e compartilhar seus fazeres artísticos. E assim encaminho os finalmentes deste texto sobre Regina.

regina 1

Galhos a trançar / a japuíra promete / um Lar doce Lar

Ela sempre foi um problema para o tyrannus. Por causa da predileção que nunca escondi em torno da sua criação. Por isso, sempre tive que cuidar para que as imagens que ela criou jamais fossem utilizadas em demasia no site passarinho, em detrimento de inúmeros outros artistas, pois todos merecem ser visualizados. É que a arte é diversa e múltipla. E o seu poder de transformação, o seu alcance estético e prazeroso precisa se fazer sempre plural.

regina 4

Do sarã/avista-se um bote/Ribeirinho colhe um surubim

Regina está presente no tyrannus de forma abundante. Suas imagens e citações que a envolvem nadam de braçada neste espaço virtual. Regina Pena é nome lindo para uma criadora dessas que merece inundar o imaginário coletivo. Em traços e cores, e também em versos.

AUTORRETRATO

regina

 Regina por ela mesma. Plena mulher, de artes e versos

Escrever sobre isso dói, mas as palavras surgem de forma espontânea. Como espontâneo e também super elaborado foi o seu trabalho criativo. Sob as imagens de sua plástica reverberante, cheia de significados e uma perspicácia de agudeza psicológica, seguem como legendas trechos de seu "voo solo" (2015), livro editado pela Entrelinhas, que entrelaça imagens e versos da lavra de Regina. Embeleza e nos ajuda a compreender melhor a essência da sua arte.

regina 5

Dias difíceis / insondáveis abismos / Voo solo


 


Voltar  

Confira também nesta seção:
29.09.20 19h00 » Réquiem por Laís*
29.09.20 19h00 » Bom dia, ressaca*
22.09.20 21h00 » câmera um: entrada social*
22.09.20 21h00 » Os Sofrimentos do Jovem Werther*
17.09.20 19h40 » Quem me navega
15.09.20 21h00 » O Tempo Grande e o Tempo Pequeno* (1º cap.)
15.09.20 21h00 » Paradiso*
08.09.20 20h00 » 12 frases da escritora*
08.09.20 20h00 » O homem é um fabricante de merda*
01.09.20 22h50 » Um amigo em talas*
01.09.20 22h50 » A casa vazia*
26.08.20 00h01 » O pior encontro casual*
26.08.20 00h01 » Disse o poeta...
21.08.20 11h40 » Regina P(l)ena de artes e versos
19.08.20 00h01 » A Freira
19.08.20 00h01 » De "O som e a fúria"*
18.08.20 17h09 » Alto Risco
12.08.20 00h01 » 15 frases*
12.08.20 00h01 » Peças*
11.08.20 00h49 » As intensidades de Adir Sodré

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet