Bicampeão Brasileiro 2010

Tyrannus começa com T. T de tricolor. De coração.

Nasci em Niterói e os nativos dessa cidade são chamados de fluminenses. Ou papa-goiabas. Diferente da minha mãe que é papa-banana, aqui de Livramento (MT). Mas o que interessa é que sou torcedor do Fluminense e que sofri que nem cachorro em dia de mudança, até ver meu time se sagrar campeão brasileiro neste domingo, depois de 26 anos na fila.

Assisti ao jogo pela TV paga. Mas só até aos 20 minutos do segundo tempo, mais ou menos, porque um temporal caiu em Cuiabá e interrompeu tudo. A energia caiu e... babau. Só deu tempo de ver o golzinho único do Fluzão e tchau.

Sofrimento...

Dor...

Coragem

Depois disso monitorei o jogo pelo telefone celular, através de mensagens, conversando com minha irmã, Mônica, que mora no Rio. Aqui em casa, como não temos rádio a pilha (ainda existe isso, é verdade), ficava esperando as msgs pelo celular...

Fiquei também de olho na movimentação e no foguetório da vizinhança. Quase em frente a minha casa residem uns cruzeirenses e percebi que o Cruzeiro tinha ganhado do Palmeiras. Como não teve foguetório mais ruidoso, desconfiei que o Corinthians não tinha feito o seu dever de casa. Não conseguiu ganhar do Goiás. Empacou... Ops, empatou lá em Goiânia.

Ilustre tricolor: drama era com ele mesmo
Aí, então, né... Veio a mensagem da Mônica. Era o que eu esperava. O Fluminense de Conca, Fred, Murici e Washington, porque não ele..., que ainda deve estar vitimado por algum congá, se sagrava bi-campeão brasileiro. Nelson Rodrigues, que era tricolor, que nem eu, dizia que o futebol é a pátria de chuteiras. Acredito...


Explosão de alegria (detalhe: barriga e cofrinho) 
Hoje, bi-campeão, com méritos e num campeonato emocionante, além de tricolor, me confesso também um pouco mala. Nem mala preta, nem branca. Mala, apenas para curtir e ‘tirar’ em cima daqueles que torciam contra o Fluminense.
O maestro
 
Conca, tango e samba
Depois que a energia voltou e o sinal da TV paga também (sabem como é... Esses serviços eu pago religiosamente, mas eles falham e a culpa é atribuída aos fenômenos meteorológicos), ainda tivemos a paciência para registrar algumas imagens do jogo e postar aqui. Parabéns aos tricolores e aos amantes do futebol que sabem torcer civilizadamente, sem coices, pontapés, pedradas, mortos ou feridos... Porque futebol é também alegria.    












Voltar  

Confira também nesta seção:
03.06.20 00h10 » "Grande Sertão: Veredas" (trechos)*
03.06.20 00h10 » Corá* (trecho)*
01.06.20 09h40 » Quer comprar?
27.05.20 00h10 » O pião*
27.05.20 00h10 » Detesto quem anda com uma pistola no bolso*
20.05.20 00h01 » A noiva do som*
20.05.20 00h01 » Última visita a Mallarmé
13.05.20 10h00 » A dama de branco*
13.05.20 10h00 » pedia a cada estrela fria um brilho de aluguel
06.05.20 10h00 » Frases de um autor polêmico
06.05.20 10h00 » Ciao*
29.04.20 10h00 » Curiosidades e futilidades do calendário... e poesia no fim!
29.04.20 10h00 » O que medra*
22.04.20 00h01 » A camponesa, a égua e o cavaleiro*
22.04.20 00h01 » Citações de um letrado estadunidense
15.04.20 16h00 » Katukolosu, um grande pajé
15.04.20 16h00 » Pensamentos da ancestralidade
14.04.20 11h21 » Que mundo é esse?
08.04.20 12h00 » ...E o esquadrão ficou em vigília*
08.04.20 12h00 » A Alavanca de Ouro*

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet