O LEVANTE

Neste e no próximo fim de semana



banheiros

 

O chefe tenta liderar a equipe. Os funcionários tentam ser produtivos. A faxineira tenta limpar a sujeira. Os atores tentam garantir o cache?. E onde entram os banheiros nessa história? Talvez seja necessário fazer uma reunião para resolver essa questão. Liguem as câmeras e microfones, o trabalho vai começar.

Com esse contexto fictício – ou nem tanto –, o espetáculo inédito ‘Banheiros: Home Office’ estreia nas telas neste (10 e 11/10) e no próximo (17 e 18/10) fim de semana, na programação d’O Levante em Cena Festival Digital, que segue até o dia 21 de outubro. As apresentações serão realizadas ao vivo no Youtube, em sessões sempre às 20h.

No enredo da peça, um dilema: os banheiros do escritório estão ficando muito sujos. E no momento em que alguém propõe dividi-los entre funcionários de baixo e alto escalão, elementos do “teatro do absurdo” se misturam a elementos autobiográficos, atualizando questões históricas a contemporaneidade.

“Uma proposta que só segrega as pessoas e, na prática, não resolve em nada. E isso é real, eu vivenciei. Foi tão maluco e surreal que eu tive que colocar no papel para transformar em peça de teatro”, destaca a dramaturga Talita Figueiredo, que assina o texto de ‘Banheiros: Home Office’, resultado de um intercâmbio entre Solta Cia de Teatro e Cia Thereza Helena.

banheiros

 

Estreando em circunstâncias imprevistas, ‘Banheiros’ (como a peça foi originalmente intitulada) já vem sendo concebida por Talita Figueiredo há algum tempo.

“Sempre quis escrever uma peça que tivesse como tema o trabalho. Fizemos dela uma primeira leitura dramatizada, que é quando a gente junta um grupo de atores para ler o texto sem cenário e figurino, em um evento de dramaturgia dentro do festival Satyrianas, em São Paulo, em 2018. Desde então, o texto ficou guardado”, conta.

Escrita para o formato tradicional dos palcos, o espetáculo foi adaptado para o digital a partir da proposta do festival O Levante em Cena. Finalmente montado, online e à distância, ganhou o subtítulo ‘home office’ em um momento em que o termo se torna comum ao cotidiano pandêmico.

Dessa forma, ‘Banheiros: Home Office’ remete não somente às relações de trabalho tradicionais, mas também ao fazer teatral na pandemia. Questão que vem norteando toda a programação d’O Levante em Cena que, pela primeira vez, se adapta ao formato digital, como muitas iniciativas coletivas. Tal discussão permeia, inclusive, o próprio enredo da peça.

“Fui misturando algumas experiências desse trabalho mais convencional de escritório com elementos do trabalho artístico. Então a gente brinca com as relações de trabalho dos personagens dentro de um escritório e as relações de trabalho dentro de uma companhia que está fazendo o ensaio de uma peça”, explica a dramaturga.

Assim, como o trabalho, os artistas cuiabanos lançam experimentam novas potências técnicas e dramatúrgicas.

“A nossa pergunta é: como é o teatro em home office e o que a gente pode fazer? Ao mesmo tempo, quais são as fronteiras? Porque não é um cenário qualquer, é a nossa casa. Então de certa forma estamos convidando o público a entrar na nossa intimidade”, questiona a atriz Thereza Helena, que também é dramaturga e compõe o elenco.

banheiros

 

Experimentos

Em ‘Banheiros: Home Office’, a personagem de Thereza Helena, uma faxineira, se tornou assistente virtual. Na encenação online, inserções de vinhetas e vídeos pré-gravados complementam as cenas ao vivo. Adaptações do diretor Everton Britto junto à equipe, que aperfeiçoou a narrativa para o formato durante ensaios à distância. Na experiência, Thereza observa uma espécie de gamificação. 

“Estamos trabalhando com uma plataforma de streaming, nos apropriando dessa plataforma para criar códigos nossos para o fazer teatro. Mudar o avatar pode compor, e compõe, como em ‘Banheiros’, uma camada da dramaturgia. Ficar mexendo as janelinhas de um lado para o outro, por exemplo, é um evento que pode simular um movimento que os atores fazem em cena”, pontua.

Thereza explica que, no novo contexto, o ator dentro de uma tela no formato que a plataforma permite, tem seu corpo em “suspensão”. Portanto, para que a imagem dê conta da narrativa, entra em cena (pelos bastidores) o produtor Manoel Vieira com o que chamam de “engenharia de movimentação de tela”.

A partir dessas experimentações, que incluem novas ferramentas e novos papéis, as companhias se propuseram a desenvolver suas tecnologias domésticas, que ainda não estavam prontas para serem usadas no teatro.

banheiros

 

“A câmera do notebook, por exemplo, é muito inferior à do celular. Então estamos procurando programas para usar o celular como webcam e aumentar a qualidade da imagem. Também fomos buscando a melhor posição da casa para que a internet oscile menos e o tipo de fone melhora a live cênica sem limitar o movimento”, exemplifica.

Questões que, anteriormente pensadas ou não, se tornaram cruciais para entregar ao público um produto de qualidade. “Fico pensando se Brecht estivesse vivo hoje, com certeza ele estaria fazendo experimentos. Porque embora a gente ache o teatro épico muito antigo, assim que o cinema começou ele já usava elementos de projeção”.

Por isso, não cabe para Thereza a discussão se o teatro feito online é teatro ou não. “Pra gente interessa experimentar com segurança e descobrir outras possibilidades cênicas; que não são melhores ou piores, são só diferentes e viáveis nesse mundo pandêmico que estamos vivendo sem hora para acabar”. 

O Levante em Cena - Festival Digital

Um panorama da produção artística de Cuiabá, ‘Levante em Cena – Festival Digital’ ocorre começou no dia 23 de setembro e segue até o dia 21 de outubro, reverberando as urgências dos artistas em resposta aos desafios culturais da contemporaneidade. 

As atividades do evento que ocorre inteiramente online no site e canal do Youtube, são realizadas em três eixos: apresentações artísticas, pesquisas em artes cênicas e opinião. Confira a programação completa: http://olevanteemcena.com.br. (*da assessoria) 

 

SERVIÇO

O QUE: Estreia Levante – Espetáculo ‘Banheiros: Home Office’
QUANDO: dias 10 e 11, 17 e 18 de outubro (sábado e domingo), às 20h (horário de MT)
ONDE: O Levante em Cena - Festival Digital
ACESSO: https://www.youtube.com/channel/UC1qDNspM2osOCGp0SN7tWQQ
MAIS INFORMAÇÕES: http://olevanteemcena.com.br 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet