LEILÃO VIRTUAL

Valores destinados para o pantanal renascer



adriano capa

 

adriano

 

Ao se deparar com as imagens que mostravam o Pantanal pegando fogo, o artista plástico Adriano Ferreira percebeu que sua arte também perdeu as cores. Foi quando decidiu ver de perto a situação e ajudar no combate à destruição de um dos biomas mais ricos do mundo por meio de um leilão de obras pintadas com carvão, terra e cinzas, oriundas das queimadas. Os valores arrecadados com a série, denominada "Renasça", serão revertidos para o combate aos incêndios e recuperação do Pantanal.

“Comecei a me sentir muito mal por estar no meu ateliê pintando um Pantanal colorido, quando na realidade a minha maior fonte de inspiração estava pegando fogo. Foi quando me dei conta que aquilo que estava fazendo não era a realidade e decidi buscar maneiras de ajudar. Ao colocar fogo em uma tela que havia pintado, filmei e postei, percebi uma certa repercussão, mas não era a que eu queria. Então decidi vender essas intervenções artísticas e ajudar quem está na linha de frente”, explica Adriano.

A intenção do artista é ajudar várias instituições, doando o valor da venda de dez obras para cinco instituições, Organizações Não Governamentais (ONGs) e forças-tarefa, que estão atuando na linha de frente do combate aos incêndios e recuperação do Pantanal.

Uma doação vinda da Noruega fez com que Adriano percebesse que esse era o caminho de se conseguir ajuda de alguma forma. Durante uma reunião com a Ecotrópica - Fundação de Apoio à Vida nos Trópico, ele conheceu o fotógrafo Taiguara Luciano e juntos viajaram para o Pantanal, realizando o registro de todo o processo criativo, construindo um documentário do trabalho realizado.

Do carvão coletado no local, o artista fez o preto, das cinzas ele fez o branco e da terra os tons de vermelho. Então as telas estão sendo totalmente feitas com materiais coletados das queimadas, transformando o trabalho ainda mais forte e com um gigantesco impacto.

"Parece que foi para isso que comecei a trabalhar com arte: ajudar o que é a minha maior fonte de inspiração. Sabemos que terá todo um trabalho de restauração e estaremos juntos nessa caminhada. Já realizei exposições na Europa, Miami e várias cidades do Brasil, mas nada nunca fez tanto sentido quanto estar aqui hoje", finaliza o artista plástico.

Os leilões começam na quinta-feira (08) no Instagram e Facebook @aff.arte,  a partir das sete horas da manhã. Os lances podem ser feitos no privado e o próprio artista vai atualizando. São 10 pinturas, uma por semana. Os valores arrecadados serão empregados para ajudar no combate aos incêndios e na recuperação do Pantanal. (*com assessoria)

adriano capa

 

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet