VERSO

Martin Jankowski

Surfista de trem* 


A capital alemã é um ninho
dentro se aferroam os piolhos
e se saio jogando pedras
ou sou surfista de trem
também sou piolho por certo
meu avô foi soldado na guerra
e deu seus miolos pela Alemanha
meu pai esteve no leste
ocupando sempre um bom posto
e o que tenho a ver com isso
berlim tu colas em mim feito lixo
que o vento do trem carrega embora
o que tens a me oferecer
além dessas moedas de merda
se não dá pra comprar alegria
eu sou um bom menino alemão
e rindo cuspo no vento
e saio grafitando ditos irados
na boa cozinha da mamãe
isso agora é arte para os cidadãos
e daí então

 

*Reproduzido de https://martin-jankowski.de/textos-em-portugues/ , com tradução de Simone Brantes

andré karwath

jankowski

Martin Jankowski é um multiartista contemporâneo, nascido na Alemanha. Participou, nos anos 1980, como poeta e músico, do movimento de oposição ao regime da DDR em Leipzig. Além de canções, poemas, contos e ensaios, publicou também textos dramáticos, crítica literária e um romance. Jankowski vive em Berlim. Desde 2000, trabalha, como autor e curador, para diversos museus e projetos de arte internacionais (Wikipédia)

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet