VERSO

Conceição Evaristo

Certidão de óbito*


Os ossos de nossos antepassados
colhem as nossas perenes lágrimas
pelos mortos de hoje.

Os olhos de nossos antepassados,
negras estrelas tingidas de sangue,
elevam-se das profundezas do tempo
cuidando de nossa dolorida memória.

A terra está coberta de valas
e a qualquer descuido da vida
a morte é certa.
A bala não erra o alvo, no escuro
um corpo negro bambeia e dança.
A certidão de óbito, os antigos sabem,
veio lavrada desde os negreiros.


*Reproduzido do livro "Poemas da recordação e outros movimentos" (Editora Malê)

evaristo

Maria da Conceição Evaristo de Brito, mais conhecida como Conceição Evaristo, nasceu em Belo Horizonte, filha de uma família pobre. Entre nove irmãos, foi a primeira da casa a obter diploma universitário, depois fez mestrado e doutorado. É uma das escritoras (romances, poemas e contos) brasileiras com mais visibilidade. É militante do movimento negro, com grande participação e atividade em eventos relacionados a militância política social

 

 

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet