CONVERSAÇÃO

Sobre brava artista chilena



violeta

Bate papo sobre filme em torno de uma das maiores artistas do Chile

Chego a duvidar de que os internautas visitantes do tyrannus nada saibam sobre Violeta Parra (1917-1967), notável artista chilena, que goza de prestígio mundial. E enquanto segue o baile da quarentena, nesta quinta (26), a partir das 14h, o Cineclube Coxiponés disponibiliza algo sobre Violeta em seu facebook, no link https://m.youtube.com/watch?v=JX4M7og0BFI .

Inicialmente, antes do covid-19, seria exibido o filme  "Violeta foi para o céu" (Violeta fue a los cielos, Andrés Wood, Chile/Brasil/Argentina, 2011'), que estava programado pelo Coxiponés, através da curadoria "Círculos Anônimos da Palavra". Cancelada a exibição, como tem que ser (não acreditem naquele louco), será compartilhado no face do cineclube, uma conversa sobre o filme.

Participam do bate papo a historiadora chilena Karla Arismendi, o músico Glaucos Monteiro e Stephany Paipilla (também conhecida como Suspira), curadora do Cine Debate Círculos Anônimos da Palavra.

Já assisti ao emocionante e premiado filme, em torno dessa compositora, cantora, artista plástica e ceramista chilena, considerada a mais importante folclorista e fundadora da música popular chilena. 

Tenho a certeza de que a conversa será interessante e terá uma forte pegada emocional. Pertenço a uma geração que ouvia e entoava as canções de Violeta, como a mais famosa, "Gracias a la vida", que tornou-se um hit universal, principalmente, depois que Mercedes Sosa, cantora argentina, regravou.

Então, a partir desta quinta (14h), a conversação sobre "Violeta foi para o céu" ficará disponível no face do Coxiponés. Já o filme pode ser conferido na netflix e, quero crer, também pode ser conferido em outros endereços alternativos desse mundão virtual desemporteirado.

violeta

Violeta Parra (1917-1967), cantora, artista plástica e ceramista chilena

Violeta, vale lembrar, era irmã do bravo poeta chileno, já reproduzido aqui no tyrannus. "Montanha russa" é o nome do seu poema, com versos inusitados e arrebatadores. Audaciosos, eu diria, mas aquela audácia do bem. Confira no link

http://www.tyrannusmelancholicus.com.br/poesia/10271/nicanor-parra

 


Voltar  
2 Comentrio(s).
aposto minhas fichas como vc sabe mandar "gracias a la vida" com seu descolado violão
enviada por: lorenzo    Data: 26/03/2020 15:03:49
Um grande filme, tenho uma cópia em DVD no meu pequeno acervo de grandes obras. Muito importante todos conhecerem a saga dessa grande mulher, o qual eu conheci seu irmão Angel Parra e sua neta Tita Parra, em Carapicuíba -São Paulo na Penha Don Fernandez.
enviada por: Milton Guapo    Data: 26/03/2020 08:08:55

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet